Essa sinceramente foi cômica. Seria cômica se não tivesse sido trágica, ou vice versa, ou algo assim.

Eu, meu irmão e uma amiga fomos no cinema. E como eu saia tarde da facul e era sexta, pegamos a sessão depois da meia noite.
Terminado o filme, fomos embora. Eu tinha parado o carro na rua debaixo, porque era mais barato o estacionamento.


Pegamos o carro e fomos. Logo na saída do estacionamento, tinha um farol. No farol, tinha um cadeirante. E eu, como pessoa super paciente que sou, esperei pacientemente o cadeirante conversar com a pessoa que estava na ponta da fila de carros.


Eu já disse que sou paciente? Então, com a minha paciência toda, esperei a segunda vez, farol abre, farol fecha e os dois lá conversando, como se estivessem no sofá de casa.


Buzinei uma vez. Nada aconteceu. Buzinei a segunda vez, mais demorado e nada aconteceu. Na terceira eu ja meti a mão na buzina e falei (falei nada, eu dei o maior berro)

– Anda CA-RA-LH*, vão ficar aí a noite toda?!


O carro que estava lá, todo pimpão, falando com o cadeirante foi embora. Quando eu passei por ele, o “fi di quenga” me fala bem baixinho:
 
Enfia a buzina no cu


Cara, fiquei cego de raiva. Filho da puta, 3 AM e o cara me manda enfiar a buzina no cu. Ah, fiquei totalmente puto de raiva. Diminui a velocidade e falei pro cadeirante em alto e bom som:

– LEVANTA AÍ QUE EU ENFIO!!!

Só percebi o que tinha feito quando vi meu irmão e minha amiga rindo.
Esse daí vai pensar algumas vezes antes de mandar alguém enfiar algo no cu. Ah se vai.

 
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Este post tem alguma imagem e/ou video que não está aparecendo ou funcionando? Avise-nos clicando aqui !