Vício Frenético
(Um filme que não vai te viciar nem um pouquinho)


O que acontece quando você, além de ter seus problemas para resolver, tem que solucionar outros, e de outras pessoas? Bom, é isso que acontece com Terence McDonagh, (Nicolas Cage) Tenente recém-promovido, que após sua promoção, se vê a frente de um caso muito intrigante: Uma chacina, que levou a morte de uma família de senegaleses, cuja premissa parte de que o patriarca da família era fornecedor de drogas.

A promoção de Terence McDonagh à Tenente, custou um pouquinho caro, ele se viu diante de um ladrão, que preso e com água até o pescoço não conseguia sair com vida dá cela, se não o ajudasse então ele mergulha para salvá-lo, porém, ao saltar de uma altura não calculada, Terence fratura a coluna, cujas dores ficariam martelando fortemente ao longo de sua vida, até que ele descobre poderosos antídotos: As Drogas.

Sabe aqueles filmes que você assiste depois do programa do Jô? No Intercine. Pois é. Vício Frenético é um daqueles. Durante o filme parece até que você chega a escutar algo:

Se você quiser ver Vício Frenético ligue: 0800-19291, ou para ver, Duro de Matar, ligue…

Bem, alguns críticos dizem que este filme traz de volta Nicolas Cage em suas boas atuações, pode até ser, mas tudo isso porque o filme com imagens mal feitas, mais parecendo filme do Charles Bronson, trilha sonora pesadíssima, como se fosse filme texano e a maquiagem/figurino, ajudam, e muito, Cage a trazer para a telona um Tenente drogado e passando por sérios problemas, coisa que, se não tivesse todo esse universo carregado, dificilmente convenceria neste papel, até mesmo pela sua cara de Playmobil Bom-moço.

Desculpas à todos que gostam de Werner Herzog (do filme O Sobrevivente) sempre com propostas boas em seus filmes. A temática desta vez era ótima, questões sociais boas, porém, o filme é por diversas vezes confuso e pesado. Chega uma hora que cansa ver Nicolas Cage capengando e com “cara de ontem” o filme inteiro. No mais, para aqueles que ainda não assistiram o filme, não percam a chance de perder este filme.

Veja o trailer do filme (Se você gostar, veja de novo e fique só no trailer)

(TRAILER)

Créditos à Juliana Vicolle. Que torna a minha produção de texto cada vez melhor, com ideias e pontos sempre relevantes.

Conheçam um pouco mais do Peste :

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Este post tem alguma imagem e/ou video que não está aparecendo ou funcionando? Avise-nos clicando aqui !